Supply Chain Management (SCM)

A Gestão da Cadeia de Suprimentos (ou Abastecimento, como empregam em Portugal) abrange a ADMINISTRAÇÃO Planejamento e Controle (PDCA) de todas as atividades envolvidas com o  aquisição (compras, negociações e contratações), operações (produção, manufatura ou serviços) e todas as demais atividades de logística operacional.

"DIVIDIR PARA CONQUISTAR"

                     Napoleão Bonaparte

Só que SCM não é apenas ADMINISTRAR processos, é muito mais do que isso: É conceber e implementar vantagens competitivas para elevar sua organização à LIDERANÇA. Fazemos isso através de ESTRATÉGIAS.

SCM inclui, portanto, a coordenação e colaboração com parceiros nos canais de suprimentos e distribuição, que podem ser fornecedores, intermediários, prestadores de serviços terceirizados e clientes. Em essência, a gestão da cadeia de suprimentos INTEGRA (SINCRONIZA) a oferta e a demanda dentro e entre empresas.

En síntese, a gestão da cadeia de suprimentos é uma função de integração com a responsabilidade primária de sincronização das diversas funções do negócios e dos processos dentro e entre empresas na forma de um MODELO DE NEGÓCIO coerente e de alto desempenho. 

 

Naturalmente, SCM também abrange todas os processos e atividades das operações logísticas, bem como operações de compras e fabricação, e impulsiona a coordenação destes processos em conjunto com marketing, vendas, desenvolvimento de produtos, finanças e tecnologia da informação. 

Logística empresarial

Gestão logística é a parte do SCM que planeja, implementa e controla o FLUXO (adiante e reverso) e a ARMAZENAGEM de materiais, serviços e informações relacionadas, de forma eficiente e eficaz, entre o ponto de origem e o ponto de consumo para satisfazer as necessidades dos clientes.

 

Em síntese, logística significa: ABASTECER. Abastecer alguém com algo.

 

 

Atividades de gestão logística geralmente incluem o gerenciamento de transportes inbound (entrante) e outbound (sainte), gestão de frota, armazenagem, manuseio de materiais, atendimento de pedidos, design de rede (malha logística), gerenciamento de estoques, gestão da demanda e gestão de serviços de prestadores de serviços (3PL). 

 

Em graus variados, a função logística também inclui a gestão de fornecedores, negociações e contratos, planejamento e programação da produção, empacotamento, atendimento ao cliente (customer service) e instalações em campo. 

 

A logística é praticada em todos os níveis de planejamento, execução e controle: Estratégico, Tático e Operacional. A logística é, portanto, uma função integradora do negócio, que coordena e OTIMIZA todas as operações logísticas, bem como INTEGRA suas atividades com as demais funções administrativas, incluindo marketing, vendas, operações, tecnologia da informação e finanças.

Como reiteramos acima, SCM é uma abordagem INTEGRAL (sistêmica ou holística) que envolve questões fundamentais relacionadas à cadeia de suprimentos, tais como estratégias funcionais, estrutura organizacional, tomada de decisão, administração de recursos, funções de apoio, sistemas e procedimentos operacionais. Inclui a coordenação e a colaboração de parceiros do canal a montante (acima) e a jusante (abaixo), que podem ser fornecedores, intermediários, provedores de serviços, distribuidores, atacadistas, varejistas e clientes.

  

Os 12 "Trabalhos" do Gestor de SCM/Logística

  1. Fulfillment ágil (Resposta rápida cumprindo SLA). 

  2. Antecipar necessidades (Forecast dinâmico).

  3. Comunicação integral e assertiva (Workflow + POP).

  4. Confiabilidade das informações (Curadoria de cadastros + Governança de acurácias).

  5. Sincronizar fluxos (Planejamento estratégico/tático + S&OP + Ferramentas de otimização).

  6. Integrar recursos (Cronoanalise + Gestão da capacidade).

  7. Processos robustos e resilientes (Gestão de riscos + Planos de contingências).

  8. Minimizar perdas (Filosofia Lean: Manufatura, logística e escritórios enxutos).

  9. Conter custos (Controladoria estratégica).

  10. Tomada de decisões (BI + AHP + machine learning).

  11. Implementar mudanças (Gestão de projetos).

  12. Liderar pessoas (Ética + Visão + Estratégia + Motivação).

Agora que você compreendeu o tamanho dos desafios, que tal conversarmos?

Fonte das definições: CSCMP - adaptado por Gasnier.

Esta confusão é frequente, então vale a pena esclarecer: SCM, acrônimo de Supply Chain Management - ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos - é uma abordagem holística, e portanto mais abrangente do que a definição clássica de Logística.

 

Diferença: O conceito de SCM é, portanto, um abordagem mais sistêmica para a logística, e foi uma evolução natural como resposta aos crescentes desafios desta especialidade no ambiente empresarial.

Para saber mais, conheça em detalhes as definições dos especialistas:

Cursos recomendados:

Qual é a diferença entre SCM & Logística?

Glossário 
ESPECIALISTAS EM OTIMIZAÇÃO
© 2019 www.DanielGasnier.com
São Paulo - Atendemos em todo Brasil.