• Daniel Gasnier

Memes e o processo de inovação


O conceito de máquina de sobrevivência apresentado no livro não é originalmente de Dawkins, tendo sido baseado em publicações pioneiras de G. Willians e Maynard Smith. Alias, o crédito esta registrado no próprio livro quando Dawkins deixa bem claro que a idéia original não é dele e que já existia e que só faltava cunhar-se o termo. A teoria de que o gene é mais importante do que o indivíduo que o transmite obriga a reavaliarmos alguns conceitos filosóficos e até mesmo religiosos, que elegem o indivíduo como objetivo final da criação. Nesta abordagem, o indivíduo seria apenas um meio, uma "máquina de sobrevivência" para os genes. Estes, sim, imortais.

Daí chegamos ao inovador conceito de Meme, cunhado através de algumas idéias sobrepostas:

  • Meme é um traço de memória persistente.

  • Meme é uma “unidade cultural” que se auto-propaga.

  • Meme é um “lego” de conhecimento.

  • Meme se propagem por mímica, imitação, replicação.

Mimética

É a ciência dos modelos evolutivos de transferência de informação, isto é, a experiência mimética é transmitir, copiar, difundir, propagar os memes. E isto tem uma relação muito próxima com o processo de Inovação, pois a Teoria da difusão de inovações procura explicar como e por que pessoas adotam novas idéias.

A mimética enumera algumas idéias interessantes:

  • Memes evoluem porque existe possibilidade de mutação, hereditariedade e seleção natural.

  • Memes que são mais facilmente assimilados tem maior probabilidade de sobreviver e evoluir.

  • Memes sobrevivem para além dos indivíduos que os transportam.

  • Populações separadas tendem a evoluir diferentes memes, como no caso dos usuários de PCs competindo com aqueles de MACs.

  • O sucesso do meme pode ser avaliado pela quantidade de cópias existentes, e onde residem. Considere alguns memes que você conhece, tais como gírias, jingles, lendas, mitos urbanos, boatos (hoaxes), comportamentos, piadas conhecidas, wikis, slogans, vermes de orelha, provérbios, canções de ninar, correntes de correspondências, religiões, teorias da conspiração e fanatismos. Todos procurando se perpetuar.

  • A Internet é um legitimo vetor para multiplicar memes, e as iniciativas de proteção de direitos autorais (copyrights) bloqueiam a evolução de memes, como “barreiras” anti-memes, como sugere o vídeo PROMETEUS.

As conclusões vou deixar por sua conta!

© 2010 Danielgasnier.com - Fale Conosco.

#TI #Filosofia

6 visualizações
ESPECIALISTAS EM OTIMIZAÇÃO
© 2020 www.DanielGasnier.com
São Paulo - Atendemos em todo Brasil.